Em alvas vestes estás Senhor,
De mirra a exalar,
Odor que envolve tal como o amor,
Que Tu nos quiseste dar.


Coro
Tu que deixaste no excelso Lar
Palácios de marfim,
Para na cruz a vida dar,
Sofrendo até o fim.


A morte em cruz e o Teu sofrer,
Que pena tão atroz!
Aqui, podemos agora entender,
Morreste na cruz por nós!


Em vão não foi Tua morte ali,
Pois Deus Te levantou,
Perfeita obra consumou em Ti,
Em glória Te exaltou.


Em breve vens em roupagem real
Pra nos arrebatar.
E lá em glória, no lar celestial,
Iremos contigo estar.

Leave a Reply

Your email address will not be published.