Vem, Espírito Divino

 


Vem, espírito divino,
Ao meu pobre coração.
Sê em mim presente sempre,
Faz em mim habitação.


Coro
Vem, ó, vem! Sim, vem já!
Vem, ó, vem, consolador
Enche-me com tua presença,
E renova meu fervor


Eu sou fraco, muito fraco;
Aos teus pés eu venho assim.
Ó espírito divino,
Vem, ó, vem e habita em mim.


Limpa, salva, toma puro
Este rude coração.
Visto que és consolo e vida,
Faz em mim habitação.