Que Maravilha Seu Amor

 


E pode ser que eu deveria ganhar Um interesse no sangue do Salvador?
Morreu Ele para mim que causou sua dor! Para mim, que levaram à morte perseguido?
Maravilhoso amor! Como pode ser isso Tu, meu Deus, morrer por mim?


Coro
Maravilhoso amor! Como pode ser Que Tu, meu Deus, deve morrer por mim!
Maravilhoso amor! Como pode ser Que Tu, meu Deus, deve morrer por mim!


Ele deixou o trono do Pai acima, Tão livre, tão infinita a Sua graça!
Esvaziou-se de tudo, mas o amor, E sangrou por raça indefesa de Adão.
‘Tis mercê de tudo, imenso e livre, Para Ó meu Deus, ele descobriu que eu!


Longo meu espírito preso deitado, Rápido ligado no pecado e noite da natureza;
O teu olho difundido um raio vivificante; Eu acordei, o calabouço flambado com luz;
Meus correntes caíram, meu coração estava livre, Levantei-me, saíram, e te seguimos.


Sem condenação agora eu temo; Jesus, e tudo nele, é meu;
Vivo nele, minha cabeça viva, E vestido com a justiça divina,
Negrito me aproximo do trono eterno, E reivindicar a coroa, por meio de Cristo a minha própria